Defendeu aliança em torno de 1 candidato Alvaro Dias e Flavio Rocha estão na mira

 

O pré-candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, disse ter recomendado ao candidato do partido à Presidência, Geraldo Alckmin, que se aproxime dos outros partidos que disputam o Planalto.

 

“[Defendo] o bom diálogo que pode permitir a coalizão em torno de 1 nome, aquele que tiver melhores condições, e eu espero que seja Geraldo Alckmin”, afirmou.

Doria e Alckmin se encontraram duas vezes no domingo (22.abr.2018). Alckmin visitou Doria em sua residência e, à noite, jantaram juntos para tratar de conjuntura política.

Doria afirmou ter sugerido ao ex-governador do Estado que dialogue mais com outras candidaturas, entre elas Flávio Rocha (PRB) e Álvaro Dias (Podemos).

O sentimento liberal do Flávio Rocha é exatamente o que eu tenho”, disse Doria. “Tenho procurado manter o diálogo com ele para construirmos uma aliança viável em São Paulo e a nível nacional.” Doria deu as declarações depois de participar nesta 2ª feira (23.abr) de uma palestra na Associação Comercial.

O ex-prefeito da capital também citou a importância do senador Alvaro Dias (Podemos-PR) em uma aliança. “É importante aquecer o diálogo com o Podemos”, afirmou. Doria disse que considera Alvaro Dias forte no pleito.

Sobre o encontro com o presidente Michel Temer, na última 6ª feira (20.abr), Doria disse terem tratado de alianças para as eleições. “[Foi 1 diálogo] Para, quem sabe a partir de junho ou julho, formarmos uma grande chapa e vencermos em São Paulo e no governo federal com Geraldo Alckmin“, afirmou.

Fonte Poder 360